13 de julho de 2024

whatsapp (13) 981307885

Presidente Nacional do PUMA foi o entrevistado de Domingo no Programa Retrospectiva da Rádio ABC

Respondendo as perguntas do Jornalista Valter José, do programa Retrospectiva e do comentarista político Ferreirinha, assíduo militante e fundador do PT, Cesar Augusto Alves de Lima, Presidente Nacional do PUMA – Partido Universal do Meio Ambiente foi sabatinado em entrevista na Rádio ABC em São Bernardo do Campo, Estado de São Paulo.

Os assuntos abordados se iniciou com a invasão de terras, atos que vem ocorrendo com freqüência na região metropolitana do Grande ABC, estendendo-se para política nacional, ética partidária, questionamento institucional, economia, meio ambiente, realçando a polêmica sobre a corrupção na Petrobrás e Petroquímicas do país.

“Eu diria que todos os governos somam acertos e erros. Os erros devem ser analisados e servem como parâmetros para se cometer mais, quanto aos acertos além de repeti-los devem ser aprimorados. Os políticos precisam pensar no país como objetivo principal, deixar de lado essa divisão partidária, onde eu sou obrigado a falar mal do outro, arrumar um pretexto e até criá-lo se necessário para derrubá-lo. É uma ganância ao poder que precisa ser freada, pois o maior bem é o comum, e o resultado é benéfico a todos, em especial aos nossos filhos e netos”, disse.

O programa que atingiu altos índices de audiência entrou em questões polêmicas sobre FHC, Lula e Dilma, mas, foram respondidos em alto nível, com a participação do Presidente Regional do ABCDRRM, o Jornalista Murillo Mello, sendo conclusivo a meta institucional PUMA que coloca a “Família” como a célula mater de uma sociedade.

“Se o governo investir na família, ele investe em prevenção. Não há nenhuma outra forma melhor de educação do que a que se aprende dentro do lar, no aconchego familiar. É na casa dos pais que o filho aprende as primeiras lições, como valorizar a família, amar o seu próximo, valorizar a sua vida e a do seu vizinho, do seu amigo. Quando a criança não acha essa estrutura ela acaba sendo aliciada pelos traficantes, bandidos que o formam em pessoas más”, finalizou Cesar Lima.

Ao final foi solicitado que os ouvintes participassem da campanha ASSINA BRASIL, que tem como meta acelerar a campanha de Assinaturas de Apoio em todo o país. A entrevista foi um sucesso que marcou o domingo do dia 1º de Janeiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *